Imprimir

Print Friendly and PDF

QUAL A DATA DE HOJE?

Seja bem-vindo. Hoje é

GRATO PELA VISITA

6 de março de 2017

A CAUSA E O EFEITO, CONFORME A ESCRITURA.

















MEDITANDO NOS PROVÉRBIOS.

DEFINIÇÃO DOS
ÍMPIOS
Unholy é um conceito que vem de uma palavra latina usada para se referir a alguém que não tem a virtude da piedade ou a fé em Deus. Por sua vez, é usado como sinônimo de hostilidade, em relação ao religioso e sagrado está em causa.

Provérbios 12

Todo o que ama a disciplina ama o conhecimento, mas aquele que odeia a repreensão é tolo.

O homem bom obtém o favor do Senhor, mas o que planeja maldades o Senhor condena.

Ninguém consegue se firmar mediante a IMPIEDADE, e não se pode destruir o justo.

A mulher exemplar é a coroa do seu marido, mas a de comportamento vergonhoso é como câncer em seus ossos.

Os planos dos justos são retos, mas o conselho dos ímpios é enganoso.

As palavras dos ÍMPIOS são emboscadas mortais, mas quando os justos falam há livramento.

Os ÍMPIOS são derrubados e desaparecem, mas a casa dos justos permanece firme.

O homem é louvado segundo a sua sabedoria, mas o que tem o coração perverso é desprezado.

Melhor é não ser ninguém e, ainda assim, ter quem o sirva, do que fingir ser alguém e não ter comida.

O justo cuida bem dos seus rebanhos, mas até os atos mais bondosos dos ÍMPIOS são cruéis.

Quem trabalha a sua terra terá fartura de alimento, mas quem vai atrás de fantasias não tem juízo.

Os ÍMPIOS cobiçam o despojo tomado pelos maus, mas a raiz do justo floresce.

O mau se enreda em seu falar pecaminoso, mas o justo não cai nessas dificuldades.

Do fruto de sua boca o homem se beneficia, e o trabalho de suas mãos será recompensado.

O caminho do insensato parece-lhe justo, mas o sábio ouve os conselhos.

O insensato revela de imediato o seu aborrecimento, mas o homem prudente ignora o insulto.

A testemunha fiel dá testemunho honesto, mas a testemunha falsa conta mentiras.

Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura.

Os lábios que dizem a verdade permanecem para sempre, mas a língua mentirosa dura apenas um instante.

O engano está no coração dos que maquinam o mal, mas a alegria está no meio dos que promovem a paz.

Nenhum mal atingirá o justo, mas os ÍMPIOS estão cobertos de problemas.

O Senhor odeia os lábios mentirosos, mas se deleita com os que falam a verdade.

O homem prudente não alardeia o seu conhecimento, mas o coração dos tolos derrama insensatez.

As mãos diligentes governarão, mas os preguiçosos acabarão escravos.

O coração ansioso deprime o homem, mas uma palavra bondosa o anima.

O homem honesto é cauteloso em suas amizades, mas o caminho dos ÍMPIOS os leva a perder-se.

O preguiçoso não aproveita a sua caça, mas o diligente dá valor a seus bens.

No caminho da justiça está a vida; essa é a vereda que nos preserva da morte.


Leia a Escritura.

4 de março de 2017

PRATICAR O QUE FICOU ESCRITO É BOM. IMITAR QUEM ESCREVEU...




















ASSIM FOI DEIXADO ESCRITO PARA NÓS HOJE.
Pode ter sido Salomão.

 

Quem é repreendido muitas vezes e teima em não se corrigir cairá de repente na desgraça e não poderá escapar.

 Quando os honestos governam, o povo se alegra; mas, quando os maus dominam, o povo reclama.

 O filho que ama a sabedoria é o orgulho do seu pai. Quem anda com prostitutas desperdiça tudo o que tem.

 Quando o governo é justo, o país tem segurança; mas, quando o governo cobra impostos demais, a nação acaba na desgraça.

 Quem bajula os seus amigos está armando uma armadilha para si mesmo.

 Os maus são apanhados na armadilha dos seus próprios pecados, mas os honestos andam livres e felizes.

 A pessoa correta se interessa pelos direitos dos pobres, porém os maus não se importam com essas coisas.

 Os que zombam de tudo põem uma cidade inteira em confusão, mas os sábios mantêm tudo em paz.

 Quando um homem inteligente discute com um tolo, este somente ri, xinga e causa confusão.

 Os assassinos odeiam as pessoas direitas, mas os bons protegem a vida delas.

 O tolo mostra toda a sua raiva, mas quem é sensato se cala e a domina.

 Quando um governador dá atenção a mentiras, todos os seus auxiliares acabam se tornando maus.

 O pobre e aquele que o explora só têm uma coisa em comum: o Criador lhes deu olhos para verem.

 As autoridades que defendem o direito dos pobres governam por muito tempo.

 É bom corrigir e disciplinar a criança. Quando todas as suas vontades são feitas, ela acaba fazendo a sua mãe passar vergonha.

 Quando os maus estão no poder, o crime aumenta; mas as pessoas honestas viverão o suficiente para ver a queda dos maus.

 Corrija os seus filhos, e eles serão para você motivo de orgulho e não de vergonha.

 Um país sem a orientação do Criador é um país sem ordem. Quem guarda a lei do Criador é feliz.

 Não adianta nada corrigir um escravo somente com palavras porque, mesmo que ele entenda, não obedecerá.

 Há mais esperança para um tolo do que para uma pessoa que fala sem pensar.

 O escravo que é mimado desde criança um dia vai querer ser dono de tudo.

 A pessoa de mau gênio sempre causa problemas e discórdias.

 O orgulhoso acaba sendo humilhado, mas quem é humilde será respeitado.

 O companheiro de um ladrão é o pior inimigo de si mesmo. Se ele disser a verdade no tribunal, será castigado; se não disser, o Criador o amaldiçoará.

 É perigoso ter medo dos outros, mas confiar no Criador dá segurança.

 Todos querem agradar às pessoas importantes, mas o Criador dá o que cada um merece.

 Os homens direitos não toleram os maus, e os perversos não toleram os que vivem honestamente.

 

Está na Escritura.

 

 

25 de fevereiro de 2017

RESULTADO DA UNIÃO DO APÓSTOLO PAULO E O EVANGELISTA LUCAS













O EVANGELISTA LUCAS ANUNCIANDO A BOA NOVA.

SOMBRAS DAS COISAS FUTURAS.

Parando para um breve entendimento sobre Lucas.

Lucas nasceu na cidade de Antioquia Síria. Possuía uma descendência nobre. Devido a esta condição recebeu durante o período de sua juventude, as possibilidades de adquirir cultura, sabedoria dedicou-se ao estudo das ciências e das artes, viajando para diversas cidades a fim de saciar sua sede de conhecimentos preparando-se profissionalmente nas artes da medicina sendo bem visto pelos demais do seu tempo. Dominava com facilidade o grego e conhecia o hebraico e o sírio.
Mas sua mudança de vida aconteceu durante a época do Imperador Cláudio (aproximadamente 42 d. C.), que o dispensou do cuidado aos enfermos da região de Tebas em Beócia. Foi neste momento que se encontrou com o Apóstolo Paulo, cujas palavras eloquentes o convenceram para seguir a verdade do nosso Salvador, o Messias.
Foi neste momento que tomou uma direção radical em sua vida abandonando a medicina para se tornar, a exemplo de Paulo, agora seu amigo e companheiro médico das almas.

Lucas segue o Apóstolo Paulo em suas viagens missionárias, proclamando a Boa Nova. Foi com Paulo a Roma para sua última viagem. É lá que, sem dúvidas, o Apóstolo Paulo lhe ordena redigir o terceiro Evangelho, dedicado a Teófilo, governador da Acaia, recém convertido à Sã Doutrina do Salvador.

Lucas de escrita fácil passa a escrever cartas a pedido de Paulo e um evangelho. Os Atos dos Apóstolos de sua autoria da continuidade ao evangelho e narram os prodígios realizados pelo Espírito Santo junto aos Apóstolos, desde o Pentecostes até o cativeiro de Paulo em Roma.

Chega um momento que se separa de Paulo seu mestre, retorna à Grécia para aí proclamar o Evangelho. Ele se fixa, novamente, na região de Tebas, onde morre em paz com a idade de oitenta anos.

Continuando:

O Salvador olhou e viu os ricos colocando suas contribuições nas caixas de ofertas.

Viu também uma viúva pobre colocar duas pequeninas moedas de cobre.

E disse: "Afirmo que esta viúva pobre colocou mais do que todos os outros. Todos esses deram do que lhes sobrava; mas ela, da sua pobreza, deu tudo o que possuía para viver".

OBSERVE: A viúva deu uma OFERTA para a manutenção do templo de Herodes ou “O SANTO DÍZIMO” para os Judeus que comandavam o templo? Dízimo para Judeus ou dízimo para Levitas?

Alguns dos seus discípulos estavam comentando como o templo era adornado com lindas pedras e dádivas dedicadas ao Criador. Mas o Messias disse:

"Disso que vocês estão vendo, dias virão em que não ficará pedra sobre pedra; serão todas derrubadas".

"Mestre", perguntaram eles, "quando acontecerão essas coisas? E qual será o sinal de que elas estão prestes a acontecer?"

Ele respondeu: "Cuidado para não serem enganados. Pois muitos virão em meu nome, dizendo: 'Sou eu!' e 'O tempo está próximo'. Não os sigam.

FIM DO TEMPLO DE HERODES:
Em 70 d.C., quando o imperador era Tito, os romanos finalmente tomaram Jerusalém com seus soldados. Massacrada pelo poderio militar romano, a cidade foi destruída, o mesmo acontecendo com o Segundo Templo, saqueado e demolido.
Foi então cumprido o que o nosso Salvador profetizou.


Quando ouvirem falar de guerras e rebeliões, não tenham medo. É necessário que primeiro aconteçam essas coisas, mas o fim não virá imediatamente".

Então lhes disse: "Nação se levantará contra nação e reino contra reino.

Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em vários lugares e acontecimentos terríveis e grandes sinais provenientes do céu.

"MAS, antes de tudo isso, prenderão e perseguirão vocês. Então eles os entregarão às sinagogas e prisões, e vocês serão levados à presença de reis e governadores, tudo por causa do meu nome.

Será para vocês uma oportunidade de dar testemunho.

Mas convençam-se de uma vez de que não devem preocupar-se com o que dirão para se defender.

Pois eu lhes darei palavras e sabedoria a que nenhum dos seus adversários será capaz de resistir ou contradizer.

Vocês serão traídos até por pais, irmãos, parentes e amigos, e eles entregarão alguns de vocês à morte.

Todos odiarão vocês por causa do meu nome.

Contudo, nenhum fio de cabelo da cabeça de vocês se perderá.

É perseverando que vocês obterão a vida.

"Quando virem Jerusalém rodeada de exércitos, vocês saberão que a sua devastação está próxima.

Então os que estiverem na Judeia fujam para os montes, os que estiverem na cidade saiam, e os que estiverem no campo não entrem na cidade.

Pois esses são os dias da vingança, em cumprimento de tudo o que foi escrito.

Como serão terríveis aqueles dias para as grávidas e para as que estiverem amamentando! Haverá grande aflição na terra e ira contra este povo.

Cairão pela espada e serão levados como prisioneiros para todas as nações. Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos deles se cumpram.

"Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações estarão em angústia e perplexidade com o bramido e a agitação do mar.

Os homens desmaiarão de terror, apreensivos com o que estará sobrevindo ao mundo; e os poderes celestes serão abalados.

Então se verá o Filho do homem vindo numa nuvem com poder e grande glória.

Quando começarem a acontecer estas coisas, levantem-se e ergam a cabeça, porque estará próxima a redenção de vocês".

Ele lhes contou esta parábola: "Observem a figueira e todas as árvores.

Quando elas brotam, vocês mesmos percebem e sabem que o verão está próximo.

Assim também, quando virem estas coisas acontecendo, saibam que o Reino do Criador está próximo.

"Eu asseguro a vocês que não passará esta geração até que todas essas coisas aconteçam.

Os céus e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão.

"Tenham cuidado, para não sobrecarregar o coração de vocês de libertinagem, bebedeira e ansiedades da vida, e aquele dia venha sobre vocês inesperadamente.

Porque ele virá SOBRE TODOS os que vivem na face de toda a terra.

Estejam sempre atentos e orem para que vocês possam escapar de tudo o que está para acontecer e estar em pé diante do Filho do homem".

O Messias passava o dia ensinando no pátio templo; e, ao entardecer, saía para passar a noite no monte chamado das Oliveiras.

Todo o povo ia de manhã cedo ouvi-lo no pátio templo.
Estava se aproximando a festa dos pães sem fermento, chamada Páscoa, e os chefes dos sacerdotes e os mestres da lei estavam procurando um meio de matar o Messias, mas tinham medo do povo.

Finalmente, chegou o dia dos pães sem fermento, no qual devia ser sacrificado o cordeiro pascal.

PÁSCOA:

Páscoa deveria ser celebrada com um jantar familiar, onde um Cordeiro seria assado e comido por todos. O jantar também deveria ter o pão asmo ou sem fermento e ervas amargas. O pão sem fermento nos ajuda a lembrar que na noite da Páscoa no Egito, comemos às pressas e o pão não teve tempo de fermentar. As ervas amargas nos lembram de como nossa vida era amarga quando éramos escravos de Faraó.

LEMBRANDO: O nosso Salvador era judeu e praticava coisas de judeu.

O Messias enviou Pedro e João, dizendo: "Vão preparar a REFEIÇÃO da Páscoa".

Quando chegou a hora, o Messias e os seus apóstolos reclinaram-se à mesa.

E disse-lhes: "Desejei ansiosamente comer esta Páscoa com vocês antes de sofrer.

Pois eu digo: NÃO comerei dela novamente ATÉ que se cumpra no Reino do Altíssimo".

Recebendo um cálice, ele deu graças e disse: "Tomem isto e partilhem uns com os outros.

Pois eu digo que NÃO beberei outra vez do fruto da videira até que venha o Reino do Altíssimo".

Tomando o pão, deu graças, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: "Isto é o meu corpo dado em favor de vocês; façam isto em memória de mim".

Da mesma forma, depois da ceia, tomou o cálice, dizendo: "Este cálice é a nova aliança no meu sangue, derramado em favor de vocês.

IMAGINANDO COISAS A SEREM CUMPRIDAS HOJE:
Na páscoa de Moisés o cordeiro era literalmente morto, temperado, assado e COMIDO (mastigado).

Na última páscoa do nosso Salvador ele mesmo era o CORDEIRO que ia ser morto no madeiro, mas NÃO seria MASTIGADO literalmente pelo homem.

CONCLUÍMOS QUE:
Na Antiga Aliança tudo era FÍSICO.

Na Nova Aliança tudo é ESPIRITUAL


Leia as Escrituras.