Imprimir

Print Friendly and PDF

QUAL A DATA DE HOJE?

Seja bem-vindo. Hoje é

GRATO PELA VISITA

22 de maio de 2015

A ESCRITURA ENSINA - CÃES QUE NEM "VIRA-LATA SÃO.

NÃO DEIS AOS CÃES O QUE É SANTO

O Salvador disse: “Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis ante os porcos as vossas pérolas, para que não as pisem com os pés e, voltando-se, vos dilacerem”

Encontramos nas Escrituras várias passagens que “é usada” a palavra “CÃES”. Se referido aos que integram o sistema religioso. 

Salmos:
Pois me rodearam CÃES; o ajuntamento de malfeitores me cercou, traspassaram-me as mãos e os pés. Poderia contar todos os meus ossos; eles veem e me contemplam. 

Isaías:
Todos os seus Atalaia são cegos, nada sabem; todos são CÃES mudos, não podem ladrar; andam adormecidos, estão deitados, e gostam do sono. E estes CÃES são gulosos, não se podem fartar; e eles são pastores que nada compreendem; todos eles se tornam para o seu caminho, cada um para a sua ganância, cada um por sua parte. 

Filipenses.
Resta, irmãos meus, que vos regozijeis no Altíssimo. Não me aborreço de escrever-vos as mesmas coisas, e é segurança para vós.  Guardai-vos dos CÃES, guardai-vos dos maus obreiros, guardai-vos da circuncisão; 

Apocalipse
Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. Ficarão de fora os CÃES e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.

As interpretações desse versículo variam e, algumas vezes, são completamente estranhas ao seu contexto. Alguns até o aplicam literalmente, dizendo que é pecado dar as sobras da mesa (já abençoadas através da oração) ao cão doméstico. Mas mesmo uma leitura superficial do contexto, a qual é a mensagem mais espiritual já transmitida ao homem, mostra que o Salvador não se refere a cães de estimação ou porcos literais. Sua mensagem é claramente espiritual. 

O Salvador usa animais aqui, como em outros lugares, para representar as características espirituais de certas pessoas. Do mesmo modo, ele chamou Herodes de raposa e os fariseus de “serpentes, raça de víboras”. Seus seguidores frequentemente foram chamados de ovelhas. Esta prática é comum em outros livros da Escritura, também. Pessoas teimosas e sem entendimento são comparadas a cavalos e mulas. Líderes que abusam das suas posições são chamados de lobos. O diabo é descrito como leão e dragão. 

O que o Salvador queria ensinar quando falou para não dar aos CÃES o que é santo? No Velho Testamento, aos sacerdotes era permitido comer de certos sacrifícios oferecidos ao Criador. Seria impensável para eles jogarem essa comida sagrada para algum cão vadio. O cão doméstico não seria capaz de apreciar o valor disso. Igualmente, um porco jamais pode apreciar a beleza e o valor de uma pérola rara. É baseado nestes fatos óbvios que o Salvador adverte sobre o erro de jogar o que é sagrado aos cachorros ou porcos. Seu comentário não se trata da alimentação dos nossos animais de estimação! 

CÃES espirituais neste mundo, ou seja, pessoas que simplesmente não apreciam o valor das coisas espirituais. O Salvador disse que não se deve forçar as Boas Novas sobre tais pessoas. Por mais que queiramos guiar uma pessoa ao Pai, não podemos obrigar ninguém a obedecer ao Criador. O Salvador usou uma linguagem mais clara para falar do mesmo assunto quando enviou os apóstolos para pregar: “Se alguém não vos receber, nem ouvir as vossas palavras, ao sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi o pó dos vossos pés”. 

Hoje em dia, precisamos fazer a mesma coisa quando ensinamos as Boas Novas. Para aqueles que estão famintos e sedentos de justiça, devemos dar todas as oportunidades para aprenderem a vontade do Pai. Mas aqueles que já mostraram sua falta de interesse nas coisas espirituais não devem e não podem ser forçados a obedecer. Admoestações constantes, mesmo bem intencionadas, não transformarão um CÃO em um CORDEIRO. 

Precisamos ser cuidadosos aqui. Podemos discernir a atitude de uma pessoa somente depois de tentar lhe ensinar. Não devemos desistir de alguém antes de lhe dar oportunidade para ouvir as Boas Novas. Somente o Pai sabe o que realmente está no coração. Nós podemos avaliar somente pelos frutos produzidos

Este princípio nos ajuda em saber como lidar com familiares e amigos que simplesmente não têm interesse na palavra do Altíssimo. É normal o seguidor de a Sã Doutrina desejar a salvação das pessoas mais queridas na sua vida, mas nem todas estas pessoas aceitarão a palavra. Quando percebemos a futilidade dos nossos esforços, deixemos a porta aberta para a pessoa nos procurar, mas vamos oferecer a mesma oportunidade para outras pessoas. Paulo desejava a salvação dos judeus (seus parentes na carne), mas viu a rejeição por muitos deles e levou a mensagem das Boas Novas às pessoas de outras nações. 

Uma lição final desta instrução do Messias: NÃO SEJA CÃO OU PORCO! Mostre para o Criador um coração aberto para valorizar e receber sua santa palavra! A PALAVRA É O SALVADOR.

Leia as Escrituras.

15 de maio de 2015

PENALIDADE PARA QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS

LUCAS ESCREVENDO EM ATOS DOS APÓSTOLOS...

Agora, vos digo: Dai de mão a estes homens, deixai-os; porque, se este conselho ou esta obra vem de homens, perecerá; mas, se é do Altíssimo, não podereis destruí-los, para que não sejais, porventura, achados lutando contra o Criador. E concordaram com ele.

DA BOCA QUE SAÍRAM ESSAS PALAVRAS - O apóstolo Paulo afirmou que tudo que aprendeu com ele serviu de esterco”. Era o fariseu Gamaliel.

Chamando os apóstolos, açoitaram-nos e, ordenando-lhes que não falassem em o nome do Salvador, os soltaram.

E eles se retiraram do Sinédrio regozijando-se por terem sido considerados dignos de sofrer afrontas por esse Nome

SINÉDRIO
 
Entre os antigos judeus, tribunal, em Jerusalém, formado por
sacerdotes, presbíteros e escribas, o qual julgava as questões criminais ou administrativas referentes a uma tribo ou a uma cidade, os crimes políticos importantes, etc.

E todos os dias, no pátio do templo de Herodes e de casa em casa, não cessavam de ensinar e de anunciar o Salvador, o Messias.

Ora, naqueles dias, multiplicando-se o número dos discípulos, houve murmuração dos gregos contra os hebreus, porque as viúvas deles estavam sendo esquecidas na distribuição diária.

VEJAM: Os judeus estavam descumprindo a lei de Moisés, ou seja, não defendiam a causa das viúvas. Não estavam distribuindo o alimento diário. Nada mudou até os dias de hoje.

Então, os doze convocaram a comunidade dos discípulos e disseram: Não é razoável que nós abandonemos a palavra do Criador para servir às mesas.

Mas, irmãos, escolhei dentre vós sete homens de BOA REPUTAÇÃO, cheios do Espírito e de sabedoria, aos quais encarregaremos deste serviço; e, quanto a nós, nos consagraremos à oração e ao ministério da palavra.

MINISTRAR A PALAVRA: É falar a todos em qualquer lugar, a qualquer hora a Sã Doutrina, ou seja, segundo a caridade. Ajudar o próximo.

O parecer agradou a toda a comunidade; e elegeram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Pármenas e Nicolau, convertido de Antioquia.

Apresentaram-nos perante os apóstolos, e estes, falando, lhes impuseram as mãos.

Crescia a palavra do Criador, e, em Jerusalém, se multiplicava o número dos discípulos; também muitíssimos sacerdotes obedeciam à fé.

Estêvão, cheio de graça e poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo.

Levantaram-se, porém, alguns dos que eram da sinagoga chamada dos Libertos, dos cireneus, dos alexandrinos e dos da Cilícia e Ásia, e discutiam com Estêvão; e não podiam resistir à sabedoria e ao Espírito, pelo qual ele falava.

Então, pagaram com dinheiro a homens para MENTIREM dizendo: Temos ouvido este homem proferir blasfêmias contra Moisés e contra o Criador.

Estimularam o povo, os presbíteros e os escribas e, investindo, o ARREBATARAM, levando-o ao Sinédrio.

Apresentaram TESTEMUNHAS FALSAS, que depuseram: Este homem não para de falar contra o templo e contra a lei (de Moisés); porque o temos ouvido dizer que esse Messias, o Nazareno destruirá este lugar e mudará os costumes que Moisés nos deu.

VERIFIQUEM: Até os dias de hoje a lei de Moisés (lei da morte) está impregnada no coração dos perversos homens.

Todos os que estavam assentados no Sinédrio, fitando os olhos em Estêvão, viram o seu rosto como se fosse rosto de anjo.

Então, lhe perguntou o sumo sacerdote: Porventura, é isto assim?

Estêvão respondeu: Varões irmãos e pais, ouvi. O Criador da glória apareceu a Abraão, nosso pai, quando estava na Mesopotâmia, antes de habitar em Harã, e lhe disse: Sai da tua terra e da tua parentela e vem para a terra que eu te mostrarei.

ESTEVÃO continuou narrando diversos fatos ocorridos no espaço e no tempo.

Como, porém, se aproximasse o tempo da promessa que o Criador jurou a Abraão, o povo cresceu e se multiplicou no Egito, até que se levantou ali outro rei, que não conhecia a José.

Este outro rei tratou com astúcia a nossa raça e torturou os nossos pais, a ponto de forçá-los a enjeitar seus filhos, para que não sobrevivessem.

Por esse tempo, nasceu Moisés, que era formoso aos olhos do Criador. Por três meses, foi ele mantido na casa de seu pai; quando foi exposto, a filha de Faraó o recolheu e criou como seu próprio filho.

E Moisés foi educado em toda a ciência dos egípcios e era poderoso em palavras e obras.

Quando completou quarenta anos, veio-lhe a ideia de visitar seus irmãos, os filhos de Israel.

Vendo um homem tratado injustamente, tomou-lhe a defesa e vingou o oprimido, matando o egípcio.

Ora, Moisés cuidava que seus irmãos entenderiam que o Criador os queria salvar por intermédio dele; eles, porém, não compreenderam.

No dia seguinte, aproximou-se de uns que brigavam e procurou reconduzi-los à paz, dizendo: Homens, vós sois irmãos; por que vos ofendeis uns aos outros?

Mas o que agredia o próximo o repeliu, dizendo: Quem te constituiu autoridade e juiz sobre nós?

Acaso, queres matar-me, como fizeste ontem ao egípcio?

CONTINUOU Estevão comentando sobre Moisés.

Foi Moisés quem disse aos filhos de Israel: O Criador vos levantará dentre vossos irmãos um profeta semelhante a mim.

É este Moisés quem esteve na congregação no deserto, com o anjo que lhe falava no monte Sinai e com os nossos pais; o qual recebeu palavras vivas para no-las transmitir.

A quem nossos pais não quiseram obedecer; antes, o repeliram e, no seu coração, voltaram para o Egito, dizendo a Arão: Faze-nos deuses que vão adiante de nós; porque, quanto a este Moisés, que nos tirou da terra do Egito, não sabemos o que lhe aconteceu.

OBSERVE: O povo que havia saído do domínio egípcio por meio de Moisés já estava cometendo o pecado conta o Altíssimo: O pecado da INIQUIDADE, ou seja, indo após outros deuses.

Naqueles dias, fizeram um bezerro e ofereceram sacrifício ao ídolo, alegrando-se com as obras das suas mãos.

Mas o Criador se afastou e os entregou ao culto da milícia celestial, como está escrito no Livro dos Profetas: Ó casa de Israel, porventura, me oferecestes vítimas e sacrifícios no deserto, pelo espaço de quarenta anos, e, acaso, não levantastes o tabernáculo de Moloque e a estrela do deus Renfã, figuras que fizestes para adorá-las? Por isso, vos desterrarei para além da Babilônia.

O tabernáculo do Testemunho estava entre nossos pais no deserto, como determinara aquele que disse a Moisés que o fizesse segundo o modelo que tinha visto.

O qual também nossos pais, com Josué, tendo-o recebido, o levaram, quando tomaram posse das nações que o Criador expulsou da presença deles, até aos dias de Davi.

Este achou graça diante do Pai e lhe suplicou a faculdade de prover morada para o Criador de Jacó.

Mas foi Salomão quem lhe edificou a casa.

Entretanto, NÃO HABITA O ALTÍSSIMO EM CASAS FEITAS POR MÃOS HUMANAS; como diz o profeta:

O céu é o meu trono, e a terra, o estrado dos meus pés; que casa me edificareis, diz o Senhor, ou qual é o lugar do meu repouso?

Não foi, porventura, a minha mão que fez todas estas coisas?

Homens de dura cerviz e incircuncisos de coração e de ouvidos, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim como fizeram vossos pais, também vós o fazeis.

Qual dos profetas vossos pais não perseguiram? Eles mataram os que anteriormente anunciavam a vinda do Justo, do qual vós agora vos tornastes traidores e assassinos, vós que recebestes a lei por ministério de anjos e não a guardastes.

Ouvindo eles isto, enfureciam-se no seu coração e rilhavam os dentes contra ele.

QUEM ERAM ESSES?  Os religiosos que mataram o nosso Salvador e o PREGA no madeiro até os dias de hoje.

Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória do Pai e o Salvador, que estava à sua direita, e disse: Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem, em pé à destra do Altíssimo.

Eles, porém, clamando em alta voz, taparam os ouvidos e, unânimes, arremeteram contra ele.

E, lançando-o fora da cidade, o apedrejaram. As testemunhas deixaram suas vestes aos pés de um jovem chamado Saulo.

E apedrejavam Estêvão, que invocava e dizia: Meu Salvador, recebe o meu espírito!

Então, ajoelhando-se, clamou em alta voz: Pai, não lhes imputes este pecado! Com estas palavras, morreu.

OBSERVE: A perseguição contra os que anunciam as Boas Novas continua. Só não são mortos por conta das leis HUMANAS.

É bom ler as Escrituras.

7 de maio de 2015

MEU POVO NÃO SABE DE NADA. NÃO ENTENDE COISA NENHUMA.


SOMBRA DAS COISAS FUTURAS – O Criador usando a boca do profeta Isaías deixou escrito para nós hoje.


São estas as mensagens a respeito de Judá e de Jerusalém que o Altíssimo Criador deu a Isaías: 

Escutem, ó céus, preste atenção, ó terra, pois o Criador falou! Ele disse: “Criei filhos e cuidei deles, mas eles se revoltaram contra mim”.

O boi conhece o seu dono, e o jumento sabe onde o dono põe o alimento para ele, mas o meu povo não sabe nada, o povo de Israel não entende coisa nenhuma.”

Ai desse povo mau, dessa gente cheia de pecados! Todos são ruins, todos são perversos. Eles abandonaram o Criador, rejeitaram o Altíssimo de Israel e viraram as costas para ele.

Por que vocês continuam a pecar? Será que querem receber mais castigos? A sua cabeça está ferida, e todos estão desanimados.

Da cabeça até os pés, o corpo de vocês está machucado, cheio de ferimentos e de chagas abertas, que não foram lavadas, nem enfaixadas, nem limpadas com azeite.

A terra de vocês está arrasada, as cidades foram destruídas pelo fogo. Na presença de vocês, os estrangeiros arrasaram a sua terra, e ela ficou em ruínas. Os estrangeiros acabaram com ela.

Só ficou Jerusalém, como se fosse uma barraca de vigia numa plantação de uvas, como uma cabana numa plantação de pepinos ou como uma cidade cercada pelos inimigos.

Se o Criador Todo-Poderoso não tivesse deixado que alguns de nós vivêssemos, seríamos agora como a cidade de Sodoma, estaríamos destruídos como Gomorra.

Autoridades de Jerusalém escutem o que o Criador está dizendo! Moradores da cidade, deem atenção ao ensinamento do nosso Criador!

O Criador diz: “Eu NÃO QUERO todos esses sacrifícios que vocês me oferecem”. ESTOU FARTO de bodes e de animais gordos queimados no altar; ESTOU ENJOADO do sangue de touros novos, NÃO QUERO mais carneiros nem cabritos.

QUANDO VOCÊS VÊM ATÉ A MINHA PRESENÇA, quem foi que pediu todo esse corre-corre nos pátios do meu Templo?

NÃO ESQUEÇA QUE O CRIADOR ESTÁVA SE REFERINDO A – Cidade de Jerusalém.

NÃO ADIANTA nada me trazerem ofertas; EU ODEIO o incenso que vocês queimam. NÃO SUPORTO as Festas da Lua Nova, os sábados e as outras festas religiosas, pois os pecados de vocês estragam tudo isso.

As Festas da Lua Nova e os outros dias santos ME ENCHEM DE NOJO; já estou cansado de suportá-los.

 “Quando vocês LEVANTAREM AS MÃOS PARA ORAR, eu NÃO olharei para vocês”. Ainda que OREM MUITO, eu não os ouvirei, pois os crimes mancharam as mãos de vocês.

Lavem-se e purifiquem-se! Não quero mais ver as suas maldades! Parem de fazer o que é mau e aprendam a fazer o que é bom. “Tratem os outros COM JUSTIÇA; socorram OS QUE SÃO EXPLORADOS, defendam os direitos DOS ÓRFÃOS E PROTEJAM AS VIÚVAS.”

ESTA É A LEI DO CRIADOR: Amar o próximo. Só isso.

O Criador diz: “Venham cá, vamos discutir este assunto”. Os seus pecados os deixaram MANCHADOS DE VERMELHO, manchados de vermelho escuro; mas eu os lavarei, e vocês ficarão BRANCOS COMO A NEVE, brancos como a lã.

Se forem HUMILDES E ME OBEDECEREM, vocês COMERÃO das coisas boas que a TERRA PRODUZ.

OBSERVEM - vocês COMERÃO das coisas boas que a TERRA PRODUZ. A terra produz A L I M E N T OS.

Mas, se forem rebeldes e desobedientes, serão mortos na guerra. “Eu, o Criador, falei.”

A cidade de Jerusalém era fiel ao Pai, mas agora está agindo como prostituta. Estava cheia de gente boa e honesta, mas agora só ficaram assassinos.

Jerusalém, você era como prata pura, porém agora não vale nada; era como o melhor vinho, porém agora é como vinho misturado com água.

As suas autoridades são pessoas revoltadas e têm amizade com ladrões. Estão sempre ACEITANDO DINHEIRO E PRESENTES PARA TORCER A JUSTIÇA. Não defendem os direitos dos órfãos e não se preocupam com as causas das viúvas.

PRÁTICA DOS ÍMPIOS – Falta de Amor ao Próximo. Este é o pecado que atinge o Todo Poderoso.

Portanto, escutem o que diz o Altíssimo Todo-Poderoso, o forte Criador de Israel! Ele diz ao seu povo: “Eu me vingarei de vocês, meus inimigos; vou acertar as contas com vocês, meus adversários”.

DEU PARA OBSERVAR que os inimigos e adversários do Criador são os habitantes em geral da terra? Satanás é adversário das nossas almas.

Na minha ira, vou castigá-los para que fiquem completamente puros, assim como o metal é purificado pelo fogo.

Eu lhes darei autoridades e juízes como os que vocês tinham no passado. 

“Então Jerusalém será chamada de ‘Cidade da Justiça’ e ‘Cidade Fiel’.”


Leia as Escrituras. 

Não é estudo bíblico.